Morre em Maringá o jornalista Murilo Gatti

A imprensa de Maringá está de luto. Faleceu nesta segunda-feira, 1, o jornalista Murilo Gatti. Ele iria completar 42 anos nesta terça-feira, 2. Gatti estava internado havia alguns dias em um hospital de Maringá depois de passar por uma cirurgia para a remoção de um tumor na cabeça. Ele enfrentou bravamente a doença e o tratamento, mas depois de sofrer uma convulsão precisou retornar ao hospital.

Durante o tratamento no hospital, mesmo isolado em uma UTI, o jornalista contraiu a Covid-19, fato que agravou o seu quadro clínico. Nesta segunda, familiares confirmaram o falecimento dele. Murilo Gatti era o editor responsável pelo portal Maringá Post, colunista do jornal O Maringá e chefe de jornalismo da Rede Massa (SBT) onde estava há mais de 10 anos. Na emissora, foi repórter, produtor e editor.

Também foi, durante anos, um dos principais repórteres de O Diário. Murilo era casado e pai de duas meninas pequenas. Segundo amigos mais próximos o velório será restrito a família. Ainda não foi informado local e horário de sepultamento. Os nossos sentimentos aos familiares e amigos. “Murilo sempre foi um profissional ético e querido por todos, contribuindo de forma excepcional para o fortalecimento do jornalismo de qualidade”, comentou o prefeito Ulisses Maia.

A Prefeitura de Maringá, por meio da Diretoria de Comunicação e demais secretarias, manifesta as mais sinceras condolências pela partida precoce do querido colega jornalista e presta solidariedade a todas as demais famílias que perderam pessoas neste período tão difícil.

O Dia Na Cidade

Categoria:Diario De Mandaguari