Vigilância em Saúde faz alerta para clínicas clandestinas de estética

Um fato recente ocorrido na cidade de Maringá chamou a atenção de toda região no que se refere às clínicas clandestinas de estética. A Polícia Civil e a Vigilância em Saúde da Cidade Canção fecharam uma clínica de estética clandestina localizada na Zona Sul. De acordo com a polícia, o local funcionava sem alvará de licenciamento. Uma técnica de enfermagem foi presa.

Para o chefe do setor de Vigilância em Saúde de Mandaguari, Adriano Rodrigues Borges, “está notícia serve de alerta para que população fique atenta com relação às clínicas que frequentam, ou seja, verificar se possui o Alvará da prefeitura, a licença sanitária da Vigilância em Saúde, se possui um profissional técnico responsável e capacitado para realizar procedimentos estéticos”

No caso da clítica fechada em Maringá, além de funcionar sem alvará de licenciamento, a clínica vendia remédio controlado, sem prescrição médica e realizava a aplicação de anestésico veterinário durante o procedimento estético em pacientes. 

Diante da situação a técnica de enfermagem de 40 anos foi presa em flagrante e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil.

Categoria:Diario De Mandaguari