Polícia encontra família de gerente de banco que foi sequestrada em Cambira; um homem foi preso

A família do gerente do banco de Cambira que foi sequestrada durante um roubo e era mantida refém foi liberada pelos criminosos. A informação foi confirmada às 12h35 pela Polícia Militar (PM). 

O carro onde estavam as vítimas foi abordado em Maringá. Os ladrões, que também estavam no veículo, conseguiram fugir correndo. Um cerco é feito naquela região, para tentar encontrar os suspeitos.

A PM também confirmou que um suspeito já foi preso. O homem envolvido no crime foi detido em Cambira e levado para a 17ª Subdivisão Policial de Apucarana. 

"Só de ficar na mão dos criminosos é uma violência muito grande, um momento de muita tensão. Estamos ainda verificando como de fato tudo aconteceu, vamos aguardar, estamos em diligência para fazer outras prisões. O que importa é que a família foi liberada", detalha o  capitão Vilson Laurentino da Silva. 

A princípio a família foi sequestrada pelos ladrões e seria liberada após o gerente do banco entregar dinheiro aos criminosos. 

"Desde o roubo, que aconteceu ontem de noite, a PM e a Civil já estavam investigando o caso. Estamos na expetativa de mais prisões, provavelmente durante a tarde teremos novidades. Esse que foi preso teve participação direta no crime", enfatiza o capitão. 

A família foi vítima de roubo no final da noite de domingo (1), em Cambira. Dois carros foram levados, o casal e seu filho foram sequestrados.

O homem, que seria gerente do banco, foi liberado na manhã de hoje (2). A princípio, os bandidos levaram o homem até a agência e exigiram dinheiro em troca de sua esposa e filho. 

Como havia uma grande movimentação policial na agência, os ladrões fugiram sem levar dinheiro.

TnOnline 

Categoria:Diario De Mandaguari